16/03/2020 - 10:00h

Cosméticos vs. Dermocosméticos: entenda a diferença

Veja como os dermocosméticos e os cosméticos atuam e aprenda quando utilizar cada um deles.

Os dermocosméticos e os cosméticos são igualmente importantes para a saúde e para a beleza das pessoas, que influi diretamente na autoestima e no bem-estar.

Tanto mulheres quanto homens podem se valer desses recursos, mas é importante saber diferenciar os tipos de produtos e para qual situação eles são indicados.

Apesar de terem nomes bem semelhantes, cosméticos e dermocosméticos tem finalidades diferentes, e é isso que vamos explicar aqui, para que você tire o melhor proveito de cada um e torne-os grandes aliados na busca por mais qualidade de vida.

Qual a diferença entre cosméticos comuns e dermocosméticos?

Os cosméticos, geralmente, são os produtos que tem a função de limpar, hidratar e perfumar. Também são utilizados para o embelezamento, como as maquiagens. Porém, a ação desses produtos é mais superficial, proporcionando resultado imediato, mas não permanente.

Assim, os cosméticos não tratam nem eliminam os agentes causadores do problema. Sabonetes, desodorantes, xampus, perfumes, hidratantes e maquiagens são alguns exemplos de cosméticos que todos usamos.

No caso dos dermocosméticos, estes produtos agem nas camadas mais profundas da pele, e são utilizados em tratamentos dermatológicos, como suavização de cicatrizes, redução das manchas, anti-envelhecimento, acne etc. Podendo também serem utilizados em procedimentos estéticos como massagens modeladoras, criolipólise, redução de medidas, entre outros.

Diferente dos cosméticos, sua ação é mais profunda, tratando a causa do problema ou condicionando o metabolismo para determinada ação. Sua eficácia deve ser comprovada cientificamente, e o uso deve ser feito, preferencialmente, com orientação do dermatologista, ou no caso dos procedimentos estéticos, orientados pela esteticista.

Mas vale lembrar que os dermocosméticos, em geral, não necessitam de receita médica. mas todos precisam do registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) para comprovar sua eficácia e segurança.

Quando utilizar cada um deles?

Cosméticos e dermocosméticos tem finalidades distintas e ambos são importantes e necessários para cada objetivo. Não é preciso escolher entre um e outro, basta saber quando cada um deve ser utilizado e qual será o resultado obtido.

De forma resumida, pode-se dizer que os cosméticos são indicados quando se busca um efeito imediato. Um exemplo é o corretivo facial, usado para disfarçar olheiras e manchas, melhorando o aspecto da pele com a maquiagem.

Já um produto dermocosmético é indicado para tratar um problema a longo prazo, e será aplicado somente em alguns horários ou períodos. Um exemplo são os produtos para reduzir ou eliminar manchas, aquelas que procuramos disfarçar com o corretivo.

Esses são exemplos básicos de quando utilizar um ou outro, porém atentando ao fato de que eles são complementares e aliados, logo o uso de dermocosméticos não elimina a necessidade dos cosméticos e vice-versa.

Quais os benefícios dos dermocosméticos?

O principal benefício dos dermocosméticos é o de embelezar e, ao mesmo tempo, tratar a pele de forma mais profunda. São produtos intermediários entre os cosméticos e os medicamentos.

Entre os vários benefícios do uso de dermocosméticos destacamos:

• regeneram a fisiologia cutânea;

• são eficazes no tratamento de diversos problemas de pele de forma definitiva;

• são hipoalergênicos;

• hidratam e aumentam a elasticidade da pele;

• atuam nas camadas mais profundas da pele e continuam agindo após a aplicação;

• protege a pele dos agentes nocivos (vento, sol, frio, poluição) mantendo-a saudável.

Dica importante!

Nossa pele merece todo cuidado e atenção, e o dermatologista ou a esteticista são os profissionais indicados para orientar sobre os melhores e mais adequados tratamentos, cada um dentro de sua especialidade.

Por isso, não se esqueça de visitar seu dermatologista regularmente, não só para tratar os problemas existentes, mas também prevenir e evitar alguns incômodos. E conforme seu objetivo, tenha a esteticista como grande aliada. Assim, é possível manter rosto e corpo mais saudáveis e viçosos.

Postado por: Raavi